quinta-feira, 4 de junho de 2009

.: Tentação :.


Agnes era adolescente... frequentava a igreja e mantinha seu voto de castidade. Até o dia em que conheceu Paul. Eles se encontraram por acaso, numa esquina daquela minúscula cidade. Um esbarrão e tudo o que Agnes conseguia enxergar eram os olhos castanhos e misteriosos de Paul. Pobre Agnes. Paul era como qualquer outro adolescente. Rebelde

Ela sabia que era errado ter pensamentos impuros com qualquer pessoa, mas achou que se abrisse uma exceção à apenas aquele garoto, ninguém saberia e ela seria consideravelmente feliz. Naquela tarde de domingo, Agnes quebrou seu voto. Ela pensou em coisas que até Deus duvidaria que ela pudesse. Contrariou tudo o que a Igreja lhe dissera e se colocou em imenso perigo. 

Paul percebeu que aquela seria uma presa fácil. Ele ponderou, olhou para os lados e decidiu. Ela seria dele. Abriu um sorriso malicioso e tentou:

- Olá.
- O-oi.
- Que tal um sorvete?
- C-claro.

Dois sorvetes depois, aquele casal estranho ia em direção à floresta. Agnes só notara o que estava acontecendo, quando se viu deitada na relva ainda úmida. Ela lutou contra os braços fortes do estranho que a segurava. Ela gritou, esperniou, e tudo o que recebeu em troca foi um tapa no rosto delicado. O esforço era em vão.  Cansada de resistir, deixou que o rapaz a possuísse. Ela chorava, enquanto Paul investia contra seu corpo.

Paul pensou em tudo que aconteceria se o descobrissem e então, matou-a. Agnes deixou-se levar pela tentação. E recebeu seu castigo. Morreu por não controlar seus impulsos e por ser tão ingênua.

...Mas, não pensem que Agnes morreria e deixaria Paul livrar-se facilmente.



--

Vejo vocês em Tentação - Parte II.
 

3 comentários:

  1. oO Tadinha da Agnes

    Vou colocar o Paul na minha história só pra matar ele, fdp

    ResponderExcluir
  2. Como assim, matar ele? Eu ia fazer isso, droga. :(

    ResponderExcluir